Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Propriedade intelectual

publicado 30/10/2017 15h24 | última modificação 31/10/2017 15h22

Patentes depositadas pelo IFMA

 

Título: Método para sinterização de cerâmicas varistoras em forno micro-ondas adaptado

Resumo: Térmica e transferir esta energia para a amostra. Um sistema de controle de temperatura é composto por sensor de temperatura, rampa de aquecimento e temporizador sendo acoplado ao aparato apresentado nesta invenção para permitir o controle do tratamento térmico. Um controlador de atmosfera é acoplado ao dispositivo para permitir uma atmosfera homogênea dentro do porta amostra. Esta invenção foi validada por intermédio da obtenção de sistemas cerâmicos a base de óxido de estanho. Os varistores foram obtidos em processos de sinterização bastante rápidos (60 mm para 5n02), o que evidencia a eficiência deste invento em relação ao tratamento térmico em forno convencional.

Número do pedido: PI 0903171-5

Nomes dos inventores: Jomar Sales Vasconcelos, Delba Maria Cruz Pereira, Péricles de Sousa Furtado e Marcelo Moizinho Oliveira.


Título: Forno para refusão de alumínio utilizando aquecimento por irradiação de micro-ondas

Resumo: Caracterizado pela capacidade de refundir sucatas e sobras de alumínios destinados à reciclagem por intermédio do aquecimento proporcionado pela energia das micro-ondas. Considerando as restrições da tecnologia de micro-ondas para aquecimento de metais, o que aquecimento de forma indireta será utilizado nesta invenção. O forno é construído com componentes e acessórios de baixo custo, fácil aquisição e manuseio, com a finalidade de se obter uma baixa relação custo/benéfico. Aliado a estas vantagens e inerente resposta do aquecimento por micro-ondas, adiciona-se o tempo reduzido de processamento e o baixo consumo de energia. Estas características permitem a viabilidade de uma futura produção em escala industrial e assim contribuir para o desenvolvimento sustentável.

Número do pedido: PI 0920084-3

Nomes dos inventores: Maciel de Lima, Jomar Sales Vasconcelos, Carlos Magno dos Anjos Veras Júnior, Francisco Rafael Nascimento Fontes, Carlos Nihelton Santana de Oliveira e Álvaro Meton Sousa Perdigão.


Título: Dispositivo de inspeção visual de qualidade gráfica em embalagens utilizando lógica difusa

Resumo: A presente invenção refere-se a um dispositivo para inspeção de cores em embalagens utilizando a lógica difusa. A qualidade, o design e as informações contidas nas embalagens dos mais diversos produtos à venda no mercado, contribuem de forma decisiva para aquisição destes pelo consumidor. Estes fatos estão ligados diretamente com a crescente formação de consumidores cada vez mais exigentes. Adicionando a este fato, tem-se que considerar que as indústrias competitivas investem continuamente em soluções que produzem um diferencial no produto final, em relação aos produtos oferecidos pelas concorrentes. O dispositivo desta invenção, coleta as cores para análise em forma de sinal com frequência proporcional a frequência da onda luminosa lida. Desta forma, a frequência correspondente à cor selecionado pelo usuário é comparada com a frequência lida pelos sensores de cores. A qualidade gráfica da embalagem é então analisada pelo algoritmo fuzzy. Por meio de uma interface gráfica, o usuário tem acesso aos controles do dispositivo e os resultados da análise, baseada na lógica fuzzy. Este dispositivo pode operar de espectro de frequência de 300nm a 1100 nm.

Número do pedido: BR 10 2012 003484 0

Nome dos inventores: Jomar Sales Vasconcelos, Antonio Carlos Sales Vasconcelos e Carlos Nihelton Santana de Oliveira .


Título: Processo de obtenção de filme bactericida baseado em dióxido de titânio nanométrico

Resumo: A presente invenção refere-se a um processo de produção de pós cerâmicos de dimensão nanométrica baseado em dióxido de titânio, que após serem depositados em superfícies de interesse, formam um filme que apresenta atividade bactericida, devido suas propriedades fotocatalítica e hidrofílicas. A obtenção das resinas foi baseadas no método pechini modificado, que permitiu a obtenção de pós manométricos após o tratamento térmico. O processo se inicia com a obtenção das soluções de isopropóxido de titânio e ácido cítrico dissolvidos em água, a uma temperatura de 70<198>c a 100<198>c e sob agitação constante. Estas duas soluções são misturadas formando o citrato de titânio. Ao citrato de titânio é adicionado etilenogicol a uma temperatura entre 100<198>c e 130<198>c e sob agitação constante, formando assim, a resina de titânio. Esta resina é então pré-calcinada entre 250<198>c e 400<198>c formando um precursor polimérico. O precursor é moído e levado a tratamento térmico de 400 a 600<198>c, obtendo o óxido de titânio. A solução para deposição dos filmes é obtida com a adição de poli (álcool vinílico) (pva) ao material óxido. A solução obtida é então depositada em superfícies de interesse, para formar o filme. Um novo tratamento térmico (entre 50<198>c e 150<198>c) deve ser realizado para que ocorra a adesão do filme no substrato de interesse.

Número do pedido: BR 10 2012 013934 0

Nomes dos inventores: Jomar Sales Vasconcelos, Antonio José Tinoco Lisboa, Kiany Sirley Brandão Cavalcante, Nazaré do Socorro Lemos Silva Vasconcelos, Marcelo Moizinho Oliveira e José Hilton Gomes Rangel.


Título: Processo de obtenção de sensor olfativo artificial para análise da qualidade de biodiesel

Resumo: a presente invenção refere-se a um processo de produção de pós cerâmicos de dimensão nanométrica baseado em dióxido de estanho, que após serem conformados em forma de pastilha e tratados termicamente, formam um sensor que apresenta atividade sensória. A obtenção das resinas foram baseadas no método pechini modificado , que permitiu a obtenção de pós manométricos após o tratamento térmico. O processo se inicia com a obtenção das soluções de cloreto de estanho ll dihidratado e ácido cítrico, dissolvidos em água destilada a uma temperatura de 70<198>c a 100<198>c e sob agitação constante. Estas duas soluções são misturadas formando o citrato de estanho. Ao citrato de estanho é adicionado etilenoglicol a uma temperatura entre 100<198>c e 130<198>c e sob agitação constante, formando assim, a resina de estanho. Esta resina é então pré-calcinada entre 250<198>c e 400<198>c formando um percursor polimérico. O precursor é desaglomerado e levado a tratamento térmico de 400 a 700<198>c, obtendo o óxido de estanho. Com o pó obtido são conformadas pastilhas de diâmetro entre 10 e 30mm. as pastilhas são prensadas isostaticamente a uma pressão de 14 a 18 mpa e tratadas termicamente de 900 a 1200<198>c. Uma máscara para eletrodos digitais é utilizada para a deposição do eletrodo na pastilha.

Número do pedido: BR 10 2012 019700 6

Nomes dos Inventores: Jomar Sales Vasconcelos, Antonio Carlos Sales Vasconcelos, Leonardo Tadeu Boaes Mendonça, Adeilton Pereira Maciel, Nazaré do Socorro Lemos Silva Vasconcelos, Marcelo Moizinho Oliveira e José Hilton Gomes Rangel.


Título: Dispositivo de controle semafórico utilizando lógica difusa embarcada.

Resumo: A presente invenção refere-se a um dispositivo de controle de semáforos em que os tempos de estágios de indicação de movimento e as prioridades são ajustados por intermédio de uma lógica difusa embarcada, e que também considera o comportamento do fluxo de veículos em tempo real e dados do histórico. Além disso, o dispositivo também atua nas definições de prioridades e a contagem do número de veículos em cada via e, processa dados de tempo como: estágio, ciclo, fase, retardo e aproximação. Considerando que o desenvolvimento acelerado dos grandes centros urbanos nos últimos anos levou a um considerável aumento do número de veículos automotores o que provoca um aumento do consumo de combustível, da poluição, do índice de acidentes de trânsito e do tempo de deslocamento, e que quando bem projetado a utilização de semáforos é um meio bastante eficiente para o controle de tráfego, a utilização deste invento surge como uma alternativa para minimizar esse problema atual.

Número do pedido: BR 10 2014 033131 0

Nomes dos inventores: Alexandre Sales Vasconcelos e Jomar Sales Vasconcelos.


Título: Dispositivo eletrônico portátil para desinfecção de condicionadores de ar

Resumo: A presente invenção refere-se a um dispositivo eletrônico que permite a eliminação de microrganismos interno e externo ao condicionador de ar, por meio de uma lâmpada germicida (40), que irradia energia na faixa da ultravioleta, e que o invento é constituído de um anteparo articulável de material polimérico ou baseado em celulose, que acondiciona o invento (1 o), de tampas laterais articuláveis de material polimérico ou baseado em celulose (20) e de presilhas (30) para suportar a lâmpada (40). A fixação do invento por meio das presilhas flexíveis e adaptáveis (80) permite que o mesmo seja portátil e assim, possa ser utilizado nos diversos tipos e modelos de aparelhos condicionadores de ar. um circuito eletrônico de controle (50) tem a finalidade monitorar e atuar no tempo de funcionamento da lâmpada (40). Um circuito eletrônico de proteção (60) monitora as variações de tensões elétricas e a fixação correta do invento ao condicionador de ar. um circuito eletrônico de suprimento de energia elétrica (70) tem a função de acender a lâmpada (40), alimentar o circuito eletrônico de controle (50) e energizar o circuito eletrônico de proteção (60).

Número do pedido: BR 10 2015 012887 8

Nomes dos inventores: Kiany Sirley Brandão Cavalcante, Gilda Maira de Carvalho Barreto, Jomar Sales Vasconcelos, Glene Henrique Rodrigues CavalcanteAntonio Carlos Sales Vasconcelos e Eric Frederico da Costa Coelho.


Título: Processo de extração de dna genômico de fungos filamentosos e leveduriformes

Resumo: Processo de extração de DNA genômico de fungos filamentosos e leveduriformes. O processo, no campo da biologia molecular, para extração de DNA de fungos filamentosos ou leveduriformes cultivados tanto em meio sólido como em meio líquido, utiliza-se tampão stes, areia da praia e cia. As colônias de leveduras isoladas ou fungos filamentosos são retiradas diretamente de placas de cultivo (crescidas 18 horas em placas com ágar saboraud / clorafenicol) e colocadas em microtubos de 1,5 ml contendo 200 ul de tampão de lise (tl). Alternativamente, 2ml do isolado específico crescido em bhi por 24 horas a 37ºc é transferido para microtubos e centrifugados por 5 minutos a 12000 rpms. As células são ressuspendidas em 200 µl de tl. O tl é composto de 200 mm tris ph 8,0, 25 mm de edta, 100mm de nacl e 1% sds. Para os filamentosos, pedaços de área da colônia de 0,5 x 0,5 cm2 são retirados e colocados diretamente em microtubos contendo tl; a maceração do tecido é realizada com areia de praia lavada e autoclavada, em substituição à sílica gel e outros materiais de kits comerciais.

Número do pedido: BR 10 2015 031492 2

Nomes dos inventores: Cristina de Andrade Monteiro, Willyson Richard Jardim Araújo e Marcia Barros Alves.


Título: Kit de conversão para motorização em cadeiras de rodas mecanomanual

Resumo: A presente invenção conjuga as funções de um kit de conversão para motorização em cadeiras de rodas convencional, proporcionando assim, fácil manuseio para um melhor deslocamento, com baixo custo em relação às cadeiras de rodas motorizadas comercialmente disponíveis. O dito kit de conversão é constituído por um motor elétrico de corrente contínua (1) fazendo parte de um conjunto redutor (2) entre este e uma roda dentada acoplada a roda traseira da cadeira (3), que é regulado por um circuito de controle de velocidade (4), a fim de variar a velocidade de rotação do motor e permitir adequação a velocidade da cadeira de rodas. A direção da cadeira de rodas (5) é manual e constituída por uma alavanca soldada na haste da roda que permite suave controle da direção da cadeira de rodas com ângulo de deslocamento com a horizontal de 180º. a alimentação do sistema é feita por um conjunto de baterias (6) que é fixada por meio de uma chapa (7). As chapas de fixação do motor e do conjunto de baterias são acopladas na cadeira de rodas através de duas peças desenvolvidas em formato de braçadeiras (8) e (9).

Número do pedido: BR 10 2015 031573 2

Nomes dos inventores: Keyll Carlos Ribeiro Martins e Samuel Franco do Nascimento.


Título: Prensa isostática e bancada móvel de prensa isostática

Resumo: A presente invenção trata-se de uma prensa isostática para uso laboratorial constituída de vaso cilíndrico (7) e tampa (15), com lacre rotativo do tipo trevo de quatro folhas (20), caracterizada por sistema de suspensão da tampa utilizando apoio triplo com hastes pneumáticas (13) conectadas, através de conectores de liberdade angular unidirecional (12), em uma extremidade à cinta (14) e à bancada móvel ou fixa na outra extremidade, sendo a cinta (14) presa à tampa (15); e uma bancada móvel de prensa isostática constituído da chapa-base (2), chapa-meio (5), chapa-topo (9), hastes frontais (3), hastes traseiras (4) e braço da bancada móvel (6) caracterizada por chapa-base ser conectada a quatro rodas (1), chapa-meio (5) ser a superfície de apoio do o vaso (7) e chapa-topo (9) ser a superfície onde serão fixados três conectores de liberdade angular unidirecional (12). A prensa isostática tem a função de compactar amostras a altas pressões, visando obter elevadas densidades a verde e boa distribuição da pressão no compacto prensado, de forma eficiente e com fácil operação. O sistema de lacre e de levantamento de tampa (15) propostos torna a operação do equipamento mais simplificada, o sistema mais compacto e consequentemente, mais adequado para uso laboratorial.

Número do pedido: BR 10 2015 031419 1

Nomes dos inventores: José Manuel Rivas Mercury, Jéssica Santos Martins e Washington Luís França Santos.


Título: Detector de falhas no abastecimento de postos de combustíveis

Resumo: A presente invenção consiste em um sistema de detecção de falhas no abastecimento de combustíveis líquidos (fig.5), podendo ser instalado em postos de abastecimentos de combustíveis, na entrada dos tanques de armazenamentos de combustíveis líquidos, que são destinados para os abastecimentos de veículos automotores, com aplicação nas áreas de segurança, proteção e preservação ambiental, em que o sistema visa detectar se o tipo de material líquido combustível a ser inserido no tanque de armazenamento corresponde ao tanque para o qual foi designado e, caso haja uma incompatibilidade, considerando-se uma falha no direcionamento ao tanque de armazenamento, esse sistema irá bloquear a passagem do líquido para o tanque incorreto, acionando tanto um alarme sonoro quanto um indicativo luminoso de alerta. Com o objetivo de solucionar tais problemas desenvolveu-se a presente invenção em que este sistema de segurança e proteção é bastante eficaz, uma vez que todo o acompanhamento é realizado mediante sensores. Portanto, este sistema (fig.5) é composto por um painel de controle (5.7), uma unidade de detecção e análise dos materiais (4.2), alarmes luminosos (3.17 e 3.18) e sonoro (3.19), e eletroválvulas de controle de fluxo (2.1) e eletroválvulas para armazenamentos (2.2, 2.3 e 2.4).

Número do pedido: BR 10 2015 031464 7

Nomes dos inventores:  Lucilene Ferreira Mouzinho, Michael Jamesson Almeida Nunes, Cassio Henrique Sousa Pereira e Eliúde Trovão Moraes.

 

Fim do conteúdo da página